Como se preparar para Black Friday 2020

10/13/2020

O varejo brasileiro tem algumas datas bem interessantes como o Dia das Mães, Dia dos Pais e o Natal. Só que desde o começo da década de 2010 um evento vem movimentando o setor. Por isso, é importante saber como se preparar para Black Friday 2020.

Desde o começo da pandemia de Covid-19 o número de vendas pela internet se multiplicou. Desse modo, a expectativa é que as vendas pela internet sejam muito maiores nesta edição. Mas, quem é empreendedor deve saber como lidar com essa questão, para conquistar o máximo possível de vendas.

Por mais que os governos estaduais e municipais tenham flexibilizado as medidas de isolamento social, as vendas pela internet ainda devem ser o destaque desta edição. O evento acontece no fim de novembro, então é importante usar o tempo disponível até lá para garantir a melhor preparação.

Afinal, como se preparar para Black Friday 2020? Reunimos as principais dicas para ajudar você com essa missão. Veja o que deve ser feito!

VEJA TAMBÉM: Gatilhos mentais para vendas

Que dia será a Black Friday 2020?

A Black Friday tradicionalmente é realizada na quarta sexta-feira de novembro, que geralmente é a última do mês. Portanto, em 2020 acontecerá no dia 27 do penúltimo mês do ano. Aliás, algumas empresas promovem uma semana cheia de ofertas, e não apenas no dia oficial da promoção.

Os lojistas que pretendem vender bastante nesta data especial para o comércio devem fazer propagandas com antecedência. A ideia é começar a divulgar a Black Friday para deixar os consumidores com vontade. Isso vale para quem tem um e-commerce e para aqueles que vendem de maneira física.

Por falar em Black Friday, esse evento aconteceu pela primeira vez no Brasil em 2010, sendo uma ideia importada dos Estados Unidos. Naquela edição as promoções foram feitas apenas pela internet, com a participação de 50 lojas e um faturamento de R$ 3 milhões. Nos anos seguintes o movimento ganhou bastante força em nosso país.

Alguns acreditam que a Black Friday prejudica as vendas de Natal, além de acontecer alguns dias antes do prazo final para o pagamento da primeira parcela do 13º salário. Por isso, em 2017 houve um movimento para antecipar o evento para setembro, já que não há datas comemorativas neste mês. Só que não deu certo, continua em novembro.

Os números da Black Friday nos últimos anos

Em 2018 a Black Friday registrou um crescimento de 23% em relação ao ano anterior. Neste ano o faturamento foi de cerca de R$ 2,6 bilhões em vendas. Com ticket médio de R$ 608 por compra. Assim, o número foi bem mais interessante do que em 2015, quando foi de R$ 1,5 bilhão em faturamento, mas era um ano de crise.

A edição de 2019 apresentou R$ 3,2 bilhões em vendas online, conforme um levantamento da Ebit Nielsen. O montante foi de 23,6% maior do que a edição de 2018. Mas, o gasto médio por consumidor caiu 1,1% descendo para R$ 602.  Um detalhe interessante é que 418 mil brasileiros compraram pela primeira vez via internet nesta data.

De fato, a cada nova edição mais vendas e mais dinheiro é movimentado com a Black Friday. Nem mesmo os anos de crise econômica, entre 2013 e 2017, principalmente, prejudicaram os avanços. Portanto, é importante saber como se preparar para Black Friday 2020.

O que a pandemia de Covid-19 muda na Black Friday?

A pandemia de Covid-19 mudou o comércio de duas maneiras: algumas pessoas começaram a economizar mais, já que perderam o emprego ou estão passando ou alguma dificuldade no momento. Enquanto outras pessoas passaram a comprar produtos pela internet, fazendo com que os números do e-commerce aumentasse bastante.

Diversas empresas que vendiam somente de maneira presencial tiveram que se adaptar para a nova realidade. Ou seja, tiveram que começar a vender também de maneira online. Além disso, a expectativa é que esse hábito não seja passageiro e sim uma nova realidade. Mesmo com a pandemia, espera-se que essa seja a maior edição do evento.

Em suma podemos dizer que a Black Friday 2020 será especial por dois motivos:

Novos consumidores: se em 2019 mais de 400 mil pessoas compraram pela internet pela primeira vez, em 2020 o número deve ser ainda maior. As lojas físicas devem ficar lotadas neste dia, o que não é bom para a contenção do vírus.

Compras de Natal: se as pessoas estão buscando maneiras de economizar, a Black Friday deve ser uma ótima oportunidade para poupar dinheiro com as compras de fim de ano. Os consumidores devem buscar formas de gastar menos e não sair de casa.

Como se preparar para a Black Friday 2020?

Reunimos 5 pontos importantes que devem ser considerados neste momento. Dessa forma, é preciso lidar com essas questões antes de o evento chegar. Veja o que você precisa fazer para faturar mais na edição de 2020:

1.     Fornecedores

Tente negociar preços mais baixos com os fornecedores, para que os descontos possam ser maiores. Esse é o principal passo para que o evento não traga prejuízos para o seu negócio.

2.     Estoque

É fundamental que o estoque de produtos esteja reforçado. Não adianta lançar uma promoção espetacular se existem poucas unidades para ser vendidas. Além disso, a Black Friday pode servir para desencalhar alguns produtos que estão parados há algum tempo.

3.     Promoções

Podem ser gerados cupons de descontos para conquistar mais pessoas durante o dia 27 de novembro. Assim como podem ser gerados descontos especiais para algumas categorias de produtos. O importante é não comprometer o lucro com essa questão.

4.     Evite exageros

É preciso fazer uma preparação antecipada para a Black Friday, assim como é importante evitar exageros. Os descontos não devem ser tão baixos a ponto de acabar com o lucro que seria visto na operação. Uma ideia é monitorar os concorrentes e oferecer descontos mais vantajosos para eles.

5.     Plataforma de vendas

A forma como os produtos serão vendidos é essencial. A plataforma de vendas deve ser veloz e proporcionar o fechamento de vendas em poucos minutos. Também é importante ficar atento às novas regras da LGPD.

Treine seus colaboradores

Como se preparar para a Black Friday 2020? Se você tem uma loja física, é importante preparar os colaboradores para esse dia. Mas, é muito comum que as empresas não tenham essa preocupação e deixem isso de lado. De fato, o evento de vendas costuma mobilizar os consumidores, deixando lotados os pontos comerciais.

Os colaboradores devem ser preparados para atender as necessidades dos clientes. O atendimento precisa ser humanizado, eficiente e ágil. Com a pandemia de Covid-19 oferecer álcool gel para as mãos é algo importante. O atendimento deve servir para estimular a boa experiência com as compras.

Quando as pessoas não são bem atendidas, a tendência é que elas saiam da sua loja e vão para uma empresa concorrente. Ou então que façam compras pela internet. Por isso, aproveite o tempo que falta para a edição 2020 e prepare os profissionais da sua empresa.

Foque na experiência do cliente

O objetivo da Black Friday é oferecer preços especiais para produtos. Então, as pessoas querem ter acesso a uma oferta relâmpago de maneira eficaz. É interessante que o cadastro em seu site seja feito de maneira veloz, informações desnecessárias devem ser cortadas do cadastro.

Os clientes estão de olho em ofertas realmente atrativas, não adianta colocar qualquer produto em promoção e imaginar que isso será o suficiente. Nas primeiras edições da Black Friday era comum que alguns dias antes do evento as empresas subissem o valor dos produtos. Então no dia da Black os preços abaixavam, enganando os interessados.

A experiência do cliente não é relacionada apenas com o preço dos produtos vendidos pela internet. Devem ser consideradas outras questões como:

Velocidade do site: por mais visitas que a página receba neste dia, é importante que qualquer pessoa possa fazer compras rapidamente. O carregamento deve ser ágil.

Usabilidade do site: quanto menos cliques forem necessários até a efetivação de uma venda, melhor será. Quando a página é muito lenta e com várias etapas, provavelmente a pessoa mudará de site.

LEIA MAIS: PayPal é confiável?

O que você achou deste conteúdo? Se quer vender mais nesta edição, vá até o fim dessa página e clique em “QUERO CRESCER”. Nós podemos ajudar você a aumentar o seu faturamento ainda em 2020!



Aplique nossa metodologia e cresça até 200% no ano. Veja se sua região está disponível para consultoria, clicando no botão abaixo:
Quero crescer